Aparelho Lingual – técnica de colagem indireta

O tratamento ortodôntico com aparelho lingual oferece a vantagem indiscutível da estética de um aparelho invisível, mas por outro lado, exige do ortodontista um cuidado especial com a técnica de colagem dos brackets.

Como a visualização e o acesso à face lingual dos dentes é muito difícil, o ideal é que se use uma técnica de colagem indireta para instalar o aparelho lingual. Diferente dos aparelhos convencionais que normalmente são colados de forma direta, ou seja, o ortodontista retira o bracket da caixa e cola diretamente no dente.

Na colagem indireta os brackets são posicionados inicialmente no modelo de gesso da arcada dentária para depois serem transferidos para os dentes do paciente.

Isso permite que se faça a colagem do aparelho lingual com muita precisão  o que é o primeiro passo para um tratamento bem sucedido.

Neste post vamos mostrar todos os passos para a colagem indireta de um aparelho lingual. As imagens mostram um jogo de brackets linguais auto-ligados In-Ovation L da marca GAC.

Montagem do aparelho lingual no modelo

Primeiramente é necessário ter uma moldagem de boa qualidade das arcadas do paciente. Particularmente prefiro trabalhar com moldagens em silicona de condensação (mais qualidade) e produzir modelos em gesso pedra tipo 4 (mais resistência).

Com os modelos em mãos fazemos o traçado das linhas-guia para o posicionamento dos brackets. Com uma lapiseira fina marca-se o eixo do dente e a linha que define a altura de cada peça como pode ser visto na imagem abaixo:

Aparelho Lingual - Colagem indireta 1

Aparelho Lingual – marcação das linhas-guia

As linhas vão orientar a inclinação, altura e deslocamento lateral de cada bracket no modelo de gesso.

…Continue lendo…

Ortodontia Lingual com aparelho auto-ligado

Ortodontia Lingual com aparelho auto-ligado

Olá amigos do Ortodontista.net,

Quero mostrar para vocês o aparelho lingual auto-ligado.

Bem, para quem ainda não conhece, a ortodontia lingual é a técnica de correção ortodôntica que usa os brackets colados por trás dos dentes (na face lingual) mantendo o aparelho totalmente imperceptível.

Os brackets auto-ligados são uma tendência na ortodontia e têm a característica de não precisar das ligaduras elásticas (as borrachinhas) para prender o arco aos brackets. Nos aparelhos auto-ligados, os brackets têm dispositivos como tampas ou travas que permitem a fixação do arco ortodôntico.

Estas duas características (ser colado pela face lingual e ser auto-ligado) foram unidas em um bracket desenvolvido pela GAC, uma fabricante multinacional de material ortodôntico e o resultado é o In-ovation L. Na imagem abaixo podemos ver como além de ser inovador também é um bracket muito pequeno:

Aparelho lingual In-Ovation L

Aparelho lingual In-Ovation L

Venho usando estes brackets desde Janeiro de 2012 e estou muito satisfeito com os resultados e com a facilidade com que os pacientes se adaptam ao aparelho.

Eu trabalho com ortodontia lingual desde 2004 com os brackets da ORMCO (O da sétima geração e o STb), que são ótimos aparelhos. Mas estou gostando muito desta nova opção e tenho usado em todos os clientes que me procuram para fazer o tratamento com ortodontia lingual.

Além de ser confortável, é bem mais fácil escovar os dentes por que são as ligaduras elásticas, ausentes neste aparelho, que retêm mais placa bacteriana. E não podemos esquecer que a escovação correta é fundamental em qualquer tratamento ortodôntico, mas é ainda mais importante na ortodontia lingual, já que o aparelho fica escondido dificultando a visualização na hora da higiene.

Nesta imagem do In-Ovation L em detalhe (retirada do site da empresa) podemos observar a tampa (ou clip) que prende o arco ao bracket:

bracket in-ovation L

bracket in-ovation L

É um mecanismo altamente delicado, mas que funciona extremamente bem proporcionando um tratamento com menos atrito entre o arco e os brackets (esta é uma das características de qualquer aparelho auto-ligado) e, por consequência, menor necessidade de força para movimentar os dentes.

Além disso a consulta de manutenção é bem mais simples sem a necessidade de trocar as ligaduras elásticas, o que dá mais tempo para o ortodontista observar outros detalhes importantes do tratamento ortodôntico.

Bem, é isso aí pessoal. A ortodontia lingual não para de evoluir tecnologicamente. Os investimentos das empresas são altíssimos no desenvolvimento de aparelhos cada vez mais eficientes. Vocês ficam sabendo de tudo aqui no Blog do ortodontista.net.

Abraços,

Dr. Andre Moreira

Aparelhos Ortodônticos Auto-Ligados

Olá pessoal, depois de um longo período sem postagens, estamos de volta para falar sobre os aparelhos auto-ligados, um dos assuntos de maior destaque no Congresso Internacional de Ortodontia SPO-2010 realizado em São Paulo no mês passado.

Os brackets auto-ligados têm como principal característica uma pequena tampa que prende o arco ao bracket eliminando a necessidade das ligaduras elásticas, as famosas borrachinhas do aparelho.

Uma das vantagens é uma redução do atrito entre o arco e o bracket que é muito alto quando usamos as ligaduras elásticas.

A redução do atrito permite que o ortodontista trabalhe com forças mais leves diminuindo o desconforto e o risco de lesões nas raízes dos dentes.

Além disso também pode reduzir o tempo de tratamento em alguns meses dependendo do caso e da capacidade técnica do profissional.

Quase todos os fabricantes de material ortodôntico já estão produzindo brackets auto-ligados e muitos ortodontistas estão adotando estes aparelhos nos seus tratamentos.

Mas é importante lembrar que aparelho nenhum substitui um profissional bem preparado e um planejamento adequado do tratamento. O aparelho é apenas uma ferramenta de trabalho do ortodontista.

E também precisamos deixar claro que continua sendo possível obter ótimos resultados com os brackets tradicionais e que nem todos os profissionais estão adotando brackets auto-ligados nas suas clínicas.

Vamos voltar a falar sobre este assunto em breve, mas por enquanto ficamos com este fato: A tecnologia é capaz de aprimorar nossas ferramentas de trabalho e isso é maravilhoso. Mas ferramentas precisam ser operadas por pessoas. Nada substitui um bom profissional.